Hungria Bonita Visitas City-Tour Budapeste Budapeste Judaica (3.5h)
Budapeste Judáica (3.5h)

alt

Viagem em Budapeste
Duração: três horas e meia

Na primeira parte da visita você vai ter a oportunidade de conhecer mais sobre a história do bairro judáico, localizado no distrito VII de Budapeste. Vamos andar pelas ruas cercadas por prédios do século XIX, e visitamos diversas sinagogas e monumentos judáicos. Em seguida você entra na sinagoga principal "neóloga" de 1859, uma obra de arte construída em estilo árabe. A sinagoga fica na rua Dohány, e é considerada a maior da Europa e a segunda maior do mundo, depois da Sinagoga de Nova Iorque. Colado ao edifício da Sinagoga fica o Museu Judáico que abriga uma rica coleção de objetos sagrados da comunidade, e conta as tradições do judaísmo.

Durante esta visita, você terá a oportunidade de visitar
  • a Sinagoga da rua Dohány, que é considerada a maior sinagoga da Europa,
  • o tradicional bairro judáico de Budapeste com vários outros monumentos judáicos e sinagogas de diferentes ramos da religião, conhecendo a história da comunidade húngara.

Depois de visitar o pequeno cemitério do antigo gueto (que existiu durante a Segunda Guerra Mundial, e milhares de judeus húngaros foram enterrados aqui), entramos no Templo dos Heróis, heróis caídos na Primeira Guerra Mundial. Em seguida, visitamos:

  • o Parque Memorial dedicado às vítimas do nazismo e às pessoas justas. salvadoras de vidas judaicas
  • o memorial do Holocausto imponente e comovente, a Árvore da Vida, que foi erguida pela Fundação Emmanuel, através da iniciativa do ator americano famoso Toni Curtis, que provém duma família judáica-húngara.

Também vamos visitar a Sinagoga da comunidade "status quo" na rua Rumbach e a sinagoga "ortodoxa" no centro do bairro. A visita termina com a possibilidade de provar algumas delícias culinárias 'kosher' (pronuncia: co.scier) em uma pastelaria judáica ou restaurante do bairro.

A visita do Museu do Holocausto pode ser solicitado também. As exposições do museu apresentam a maior tragédia do século XX, referindo também as pessoas que pertencem ao grupo "das pessoas justas do mundo", ou seja, homens e mulheres que tentaram salvar vidas na altura da perseguição dos judeus húngaros.