Hungria Bonita Translados Budapeste-Viena Com Győr+Pannonhalma
Budapeste-Győr-Pannonhalma-Viena
Translado Privado com Visitas Guiadas
Duração: aproximadamente 9 horas

Translado de Budapeste a Viena com passagem na cidade de Győr e na abadia de Pannonhalma com guia falando português

Levamos você de um hotel para o outro e tratamos de todos os pormenores para que se sinta confortável e que veja muitos lugares interessantes na viagem. Em Győr poderá fazer um passeio guiado a pé pela cidade: o seu guia mostra-lhe todos os sítios interessantes do centro desta cidade encantadora e rica em tradições. A seguir terá uma hora livre para almoçar ou passear, ver as lojas, como você deseja.

À  tarde visitarão a abadia beneditina de Pannonhalma. Foram os monges beneditinos que escolheram este lugar no ano 996 para a construção do seu convento: esses religiosos desempenharam um papel muito importante na cristianização do país. O primeiro documento húngaro que chegou até nós (do ano 1055) também foi escrito por eles. Poderão visitar a abadia, a catedral, a biblioteca e conhecer o dia a dia dos monges-professores do convento. 

Descrição de Győr

Győr (em alemão Raab, em eslovaco Ráb), a cidade mais importante do noroeste da Hungria, fica no caminho entre Budapeste e Viena. O primeiro rei da Hungria fundou aqui um dos episcopados do país, mas só depois do domínio turco é que Győr começou a prosperar a valer. Em 1743 foi elevada à condição de Cidade Imperial Livre por Maria Teresa. Muitas ordens religiosas se assentaram aqui e construíram instituções importantes. A cidade sofreu muitos danos na Segunda Guerra Mundial e só nos anos setenta é que começaram as obras da recuperação. Em 1989, Győr ganhou o Prémio Europeu para a Proteção de Monumentos.

Fotos de Győr

Descrição de Pannonhalma

Pannonhalma fica a cerca de 20 quilómetros de Győr e é o símbolo do cristianismo e catolicismo da Hungria por causa da abadia da ordem beneditina que apareceu neste lugar já no ano 996. Os turcos destruíram a vila, mas no século XVII o convento foi reconstruído. A abadia de Pannonhalma figura na lista dos Patrimónios Mundiais da Humanidade. O complexo de edifícios com várias funções, tal como um liceu religioso para rapazes e uma biblioteca pode ser visitado por turistas parcialmente. Um fato curioso é que Otto de Habsburgo, filho do último rei húngaro, também estudou aqui e o seu coração está guardado na abadia. Os monges têm um jardim botânico interessante, produzem vinhos, licores, chás e fabricam artigos cosméticos, entre outras coisas.

Fotos de Pannonhalma

Descrição de Viena

Viena (em alemão Wien) é capital da Áustria, e tal como Budapeste ou Bratislava, tem o Danúbio a correr no seu meio. É centro cultural e político da Áustria, com ca. de 1.7 milhões de habitantes. A dinastia que mais formou a sua história, ou seja a Casa dos Habsburgos, apareceu em 1440 e fez com que a cidade chegasse a ser capital do Sacro Império Romano. Foi ocupada pela Hungria entre 1485-1490. No século XIX transformou-se numa das capitais musicais do mundo mais importantes. Fica a 50 quilómetros de Bratislava (capital de Eslováquia). Segundo certas opiniões, viver em Viena é melhor do que viver em qualquer outra cidade do mundo.

Fotos de Vienna

Mapa do trajeto Budapeste-Győr-Pannonhalma-Viena


Comentários